Como funciona?

  • Inscrição de projeto:

As propostas podem ser de autoria individual ou coletiva e devem ser inseridas em um formulário inscrição, que contém requisitos mínimos, encaminhadas via SEI para a CGJUS

  • Pré-análise do projeto:

Nesse momento, as propostas serão estruturadas em projetos a fim de facilitar a implementação por outras unidades

  • Deliberação dos projetos inscritos:

A Comissão Avaliadora de Boas Práticas se reunirá trimestralmente, ou quando necessário, para aprovar os projetos inscritos como Boas Práticas;

  • Disponibilização dos projetos aprovados no BBP:

O BBP contemplará um acervo de Boas Práticas, que será divulgado no site da CGJUS e, eventualmente, em outros canais de comunicação, visando a divulgação e incentivo à adesão.