Inclusão dos Indígenas e Justiça na Escola são alguns dos destaques do I Seminário da Cidadania do Tocantins nesta quarta (18/9), na Esmat

A Escola Superior da Magistratura Tocantinense (Esmat) sedia nesta quarta-feira (18/9), a partir das 9 horas, o I Seminário da Cidadania do Tocantins, promovido pela Coordenadoria da Cidadania da Corregedoria Geral da Justiça e voltado para magistrados, servidores e população em geral. O objetivo é de, via diálogo, buscar a implementação de projetos e ações que gerem impactos positivos tanto na promoção de cidadania ativa quanto no enfrentamento de problemas sociais.

É com esse foco que o juiz Wellington Magalhães, titular da Comarca de Cristalândia, ministrará a palestra Inclusão dos Indígenas ao Sistema do Poder Judiciário, na sequência da palestra do juiz Gilson Coelho Valadares, titular do Juizado Especial Criminal e de Fazenda Pública, sobre a Coordenadoria da Cidadania.

Desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) e pós-graduada em Administração Municipal pela Escola Nacional de Serviços Urbanos (Ensur) e em Direito Civil e Comercial pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), vai abordar o tema Justiça na Escola.

A programação prevê ainda as palestras sobre o Programa Pai Presente, com o escrivão Reynaldo Borge Leal; Evasão Escolar, com juiz Carlos Eduardo Mattioli Kockanny; e Visão Sistêmica na Resolução de Conflitos, com o juiz Claúdio José Gomes Lopes.

Confira a programação aqui.

Texto: Marcelo Santos Cardoso

Comunicação TJTO