TJTO direciona cartilha as unidades judiciais e administrativas com dicas de segurança para uso do WhatsApp

Com o crescimento de fraudes e ações cada vez mais sofisticadas para aplicação de golpes na internet, principalmente na plataforma de troca de mensagens, WhatsApp, o Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), por meio da direção de Tecnologia da Informação e do  Serviço de Telecomunicação (Sertel), busca passar aos servidores informações de segurança em relação ao uso dos serviços de telefonia móvel e apresenta uma cartilha com dicas que podem dificultar a vida de quem deseja clonar o número de telefone de uma pessoa e se passar por ela no WhatsApp, por exemplo.

O TJTO direcionou a todas as unidades administrativas e judiciais uma cartilha que apresenta uma série de manuais com procedimentos técnicos para que os usuários usem o aplicativo de troca de mensagens com mais segurança. “Esse documento contem instruções de segurança para usuários da corte. São dicas que não demandam complexidade na execução, mas que trazem mais proteção com relação ao uso do aplicativo”, pontua o diretor da área de Tecnologia da Informação do TJTO,  Ernandes Rodrigues da Silva.

No documento estão explicações sobre: realizar o backup das conversas/mídias; ativar a verificação em duas etapas no WhatsApp Iphone; como fazer backup do WhatsApp no Google Drive; ativar a verificação em duas etapas no WhatsApp Android.

Verificação em dois fatores

Uma das formas que podem garantir a segurança da conta no WhatsApp é a verificação em duas etapas. No documento compartilhado pelo TJTO tem o passo a passo para realizar a ativação da ferramenta nos sistemas operacionais iOS e Android.

O recurso é opcional, mas é recomendado e permite que o usuário associe ao seu perfil uma senha de seis dígitos (PIN). Esse código será exigido quando a conta for instalada novamente no mesmo aparelho ou em outro. Isso evita, por exemplo, que em casos de perda, roubo e clonagem do Smartphone ou chip outra pessoa acesse as as conversas e mídias do aplicativo e possa usar isso para aplicação de golpes.

Passo a passo

Abra o WhatsApp;

Toque no menu de três pontos e acesse as “Configurações”;

Em “Conta”, escolha “Verificação/Confirmação em duas etapas”;

Toque em “Ativar” e escolha uma senha seis dígitos para a conta do WhatsApp;

Confirme o seu PIN (digite novamente o seu código pessoal);

Informe um endereço de e-mail válido para caso esqueça seu código;

Toque em “Avançar”  e confirme seu endereço de e-mail, depois em “Salvar”.

Texto: Samir Leão

Comunicação TJTO